Caracteriza-se por transtorno clínico relacionado ou subsequente à infusão de componentes ou derivados sanguíneos.

 

Sinais e sintomas mais comuns relacionados à reação transfusional

  • Febre, dor torácica e ou região lombar.
  • Dor no local da infusão, tórax, abdome ou flancos.
  • Sangramento anormal.
  • Cefaleia, náuseas vômitos.
  • Sibilos, tosse, dispneia, cianose, rubor facial.
  • Edema de pulmão.
  • Mialgia, oligúria, anúria.
  • Urina com aspecto escurecido, prurido, urticária, exantema.
  • Hipotensão ou hipertensão arterial.

Reações imediatas possíveis

  • Reações alérgicas: urticariforme, anafilática.
  • Reação hipotensiva.
  • Reação febril não hemolíticas.
  • Contaminação bacteriana.
  • Reação hemolítica não imune.
  • Sobrecarga volêmica.
  • Lesão pulmonar aguda relacionada à transfusão.
  • Hipotermia.
  • Síndrome de olhos vermelhos.
  • Embolia gasosa.

Para maiores informações sobre reações adversas a transfusão de sangue consulte o GUIA PARA USO DE HEMOCOMPONENTES – Ministério da Saúde – 2009 – página 107.